Clareamento Dental – Tudo o que precisa de saber

Além de implantes e extracção de dentes serem bastantes procurados nas clínicas dentárias, o clareamento dental é sem dúvida o tratamento também mais requisitado, isto porque, as pessoas têm a preocupação sobre a estética da boca. O desejo das pessoas é sem dúvida o sorriso branco e bonito.
Existem vários fatores que mudam a cor natural dos dentes com os avançar dos anos, causando incomodo e afeta a autoestima dos pacientes.

As pessoas com o dito “Sorriso Amarelo” tendem ficar inibidas quando sorriem, pois têm vergonha da sua coloração dos dentes. Isto porque, dentes escurecidos dão a impressão de desleixo com a higiene oral.
Neste artigo, iremos explicar os benefícios do clareamento dental, as técnicas utilizadas, os mitos e verdades sobre este assunto e outros assuntos relevantes.

O que é o clareamento dental?

O clareamento dental é uma técnica utilizada por médicos dentistas para tirar manchas e alterar a cor dos dentes, deixando assim com um tom de 5 a 7 vezes mais claro.
Todo este procedimento é feito através de produtos químicos, tal como o  peróxido de carbamida e o peróxido hidrogénio.
Há vários fatores que ajudam que os seus dentes começam a escurecer ao longo dos anos. Alguns fatores são:

– Alimentos pigmentados: o consumo de bebidas e alimentos com corantes (café, vinho, mirtilo, entre outros)
– Tabagismo: O habito em fumar expõe os dentes pigmentados que aderem a eles, causando manchas
– Idade: Os dentes também envelhecem, como qualquer parte do corpo. O desgaste do esmalte e exposição das raízes dentárias, causa escurecimento dos dentes.
– Tratamento de Canal: com o passar dos anos, dentes que passaram pelo procedimento podem apresentar diferença de cor por causa do ressecamento interno;
– Trauma: uma hemorragia, reabsorção interna ou até mesmo a morte da polpa dentária causam escurecimento;
– Higiene oral deficiente: má escovação aliada à falta de uma limpeza profissional pode contribuir para que apareçam pigmentos e bactérias sobre a superfície dentária.

Clareamento dental

O clareamento dental a laser só pode ser feito pelo especialista. Para realizar o tratamento, o profissional aplica um protetor gengival que contorna os dentes, pois o gel, que é utilizado com uma dosagem mais forte, pode ferir as gengivas e mucosas do paciente.
Em seguida, espalha a substância na superfície externa dos dentes e aplica um laser de baixa intensidade, que é responsável por ativar as propriedades clareadoras do gel, que faz causar a clareação nos dentes.

No entanto, em alguns casos, uma única aplicação é o suficiente. Isso dependerá da coloração natural dos dentes do paciente e do resultado que ele deseja obter.
O clareamento dental a laser é indicado para pessoas que precisam de resultados rápidos.

Benefícios do clareamento dental

Quando feito por um profissional qualificado, o clareamento dental dá vida nova ao sorriso do paciente, pois remove manchas e deixa os dentes com uma aparência muito mais bonita e saudável.
Mas os benefícios do clareamento dental vão muito além da estética, pois ele também proporciona qualidade de vida para as pessoas, afinal, o sorriso é uma das armas mais poderosas e contagiantes que um ser humano possui para socializar.

Quem sorri com frequência é mais seguro, mais feliz e faz amigos com mais facilidade, além de ser melhor visto no ambiente de trabalho. Mas como uma pessoa pode ter segurança para sorrir se possui dentes amarelos ou manchados?
Bom, isso é um pouco difícil. Além disso, os dentes brancos também indicam boa saúde, higiene e amor-próprio, pois eles refletem o cuidado que você tem consigo.

Embora o clareamento dental seja capaz de melhorar a qualidade de vida das pessoas, ainda há muitos mitos em relação ao procedimento. A seguir, falaremos mais sobre o assunto.

Mitos e Verdades

1. Clareamento dental causa cancro

Mito. Não há nenhum relato científico que aponte que os clareadores provoquem cancro. Isso é mais uma crendice , pois a tecnologia de hoje permite que os tratamentos sejam cada vez mais seguros.

2. O procedimento deixa os dentes sensíveis

Parcialmente verdade. Ao longo do tratamento, alguns pacientes podem ter uma sensibilidade maior nos dentes. Quando isso acontecer, o médico dentista deve ser comunicado para que tome as devidas providências.

3. O clareamento deixa os dentes fracos

Mito. Esse é um receio muito comum e um dos maiores mitos referentes ao clareamento dental. Que sentido faria um profissional corrigir um problema, que são os dentes amarelados, mas, em contrapartida, causar danos à saúde oral do paciente?
Não teria lógica. Os produtos utilizados para clarear os dentes não causam nenhum dano à estrutura dentária, pois removem apenas a pigmentação escura, que compromete a estética do seu sorriso.

4. Após o procedimento, os dentes ficarão super-brancos

Mito. Muitas pessoas sonham em ter dentes brancos como os famosos e os artistas de TV e, para isso, recorrem ao clareamento dentário. No entanto, o procedimento apenas devolve a cor original dos dentes, que foi perdida devido a fatores biológicos ou a maus hábitos.

5. O clareamento pode durar anos

Verdade. A durabilidade do tratamento depende dos cuidados com a higiene oral e dos hábitos de cada paciente e há casos em que o resultado pode durar por anos.

6. Durante o tratamento, alguns alimentos devem ser evitados

Verdade. Como falamos no início do artigo, a alimentação influencia na coloração dos dentes, pois itens de cor muito escura causam manchas e amarelam o sorriso. Por isso, ao se submeter ao clareamento, precisa evitar esses alimentos e também o tabaco — principalmente se quiser resultados mais rápidos.

Aproveite a promoção de Clareamento Dental na Clínica Déntica em Lisboa.

Clínica Dentária Déntica – Lisboa
Rua Manuel da Fonseca 7B, 1600-181
217271737 / 963228371
www.dentica.pt

Deixe o seu comentário

O seu e-mail não será divulgado